Cidadania

Aglomerações nas agências da Caixa Econômica que podem levar a morte

O número de contaminados pelo novo coronavírus (Covid-19) no Amazonas cresce rapidamente. Neste sábado foram registrados 6.062 casos e 501 óbitos. Mesmo assim, multidões se formam todos os dias nas agências da Caixa da Econômica Federal (CEF) e nas lotéricas do estado e em todo Brasil à procura do Auxílio Emergencial. Isso é muito preocupante, em função da grave crise sanitária que estamos enfrentando.

São pessoas que realmente precisam do recurso e que, apesar do medo de contaminação, se arriscam em filas nos postos da CEF para tentar retirar o auxílio ou resolver alguma pendência no cadastro. Vários beneficiários denunciam inúmeras falhas no sistema da Caixa Econômica. Tem muita gente passando a noite em filas para garantir atendimento. No interior do estado a situação é ainda pior. Como não existem postos do banco em todos os municípios, as pessoas procuram as lotéricas na tentativa de resolver os problemas.

Essa situação é gravíssima e desumana, em meio à pandemia. Aglomerações de pessoas é o ambiente ideal para contaminação e proliferação da Covid-19. E vai na contramão da principal medida de prevenção da doença, determinada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que é o isolamento social. A responsabilidade por todo esse caos é do Governo Bolsonaro que tem que apresentar soluções que facilitem e resguardem a vida da população. Falta planejamento e estratégias na distribuição desse recurso.

Eliminar as filas e aglomerações é um problema fácil de se resolver. Basta o Governo Federal desburocratizar e facilitar o cadastro e a abertura de contas pelo sistema. E, após aprovação, enviar imediatamente às residências dos beneficiários um cartão de débito para aquisição de alimentação. E disponibilizar saques em todos terminais 24 horas, que hoje são instalados em vários locais da cidade, inclusive em pequenos estabelecimentos comerciais. Como ainda, liberar saques em todos os bancos públicos e privados. E para o interior, é só passar a função para o Bradesco, pois existe em todos os municípios do Amazonas. Não é nada complicado de fazer, basta ter vontade política para resolver o problema da população pobre do país.

<<Opinião do deputado federal José Ricardo (PT/AM) a respeito das aglomerações nas sedes da Caixa Econômica que podem levar a morte.>>

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *