Assistência Social Educação

Aprova no primeiro turno a PEC do Calote de autoria do Governo Federal

O governo Bolsonaro está querendo dar um calote na população com relação aos pagamentos dos precatórios. Esses pagamentos são decisões judiciais que a União tem que pagar para pessoas físicas, jurídicas e entes públicos. É um calote porque o governo quer retirar uma parte do valor, parcelar e usar esse recurso, que já está previsto no orçamento, para usar na área social. Essa é a promessa deles. Só que para ter recursos para cumprir essa promessa, basta parar de pagar tantos juros de dívidas e usar esses recursos para garantir os pagamentos dos precatórios. Tem recurso suficiente, inclusive para o auxílio emergencial e o Auxílio Brasil que eles chamam assim porque acabaram com o Bolsa Família que já tinha recursos previstos. Aliás, não estamos sabendo o que eles estão fazendo com o recurso que já era do Bolsa Família e, ao extinguir, criaram um novo problema. Além do mais, os ´professores são os mais prejudicados, pois a PEC afeta também

os precatórios do Fundef, que é um dinheiro da educação, decidido pelo Supremo Tribunal para ser usado para pagamento dos professores que não receberam anos atrás recursos do FUNDEF. Portanto, é um calote que Bolsonaro quer aplicar em cima daqueles brasileiros que têm direito a receber esse recurso. Eu votei contra essa proposta e votarei contrário também no segundo turno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.