Transporte

ARTHUR NÃO CUMPRE PROMESSAS E DEIXA OS PROBLEMAS DO TRANSPORTE PÚBLICO PARA NOVO PREFEITO

O prefeito de Manaus renovou o contrato das empresas de transporte coletivo por mais 10 anos. Fez isso sem ter prestado contas detalhadas dos resultados da intervenção feita no sistema, sem apresentar o resultado do trabalho desenvolvido pela Prefeitura à população, além de não ter comprovado o cumprimento das metas do contrato por parte das empresas. E mais: também não obrigou essas empresas a cumprirem com todos os protocolos de segurança dentro dos ônibus, para evitar a proliferação da Covid-19 entre os passageiros, e renova por 10 anos um contrato, quando só tem mais seis meses de mandato.

Vou solicitar informações à Prefeitura de Manaus sobre esse contrato de renovação e suas justificativas, bem como documentos que comprovem o cumprimento de metas por parte do Município e das concessionárias. Já denunciei que a frota de ônibus não esta sendo renovada, como prevista no contrato, e que, nos anos da administração de Arthur Neto, o número de coletivos diminui e a tarifa ficou mais cara, um contrassenso.

No início do seu mandato, o prefeito prometeu que iria resolver o problema no sistema de transporte coletivo, que sempre atuou precariamente na cidade, mesmo com uma das mais altas tarifas do país e com vários incentivos públicos. Está terminando o seu segundo mandato e não cumpriu essa promessa, mentindo para a população. Assim também está fazendo quando prometeu renovar 24% da frota, com 300 novos ônibus ainda este ano. Isso também não aconteceu. Ao contrário disso, premia as empresas com a renovação do contrato por mais uma década e a nova promessa de novos ônibus fica para 2021, passando a bola para o próximo prefeito. Aliás, deveria o senhor prefeito renovar o contrato por 12 meses e deixar que o novo prefeito de Manaus tenha a oportunidade de corrigir os erros que ele não conseguiu fazer. Como sempre, os maiores penalizados são os passageiros, obrigados a utilizar todos os dias um transporte caro, lotado e falido, sem qualquer perspectiva de melhoria, por falta de gestão da atual gestão municipal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.