Amazônia Zona Franca de Manaus

Bolsonaro “crucifica” a ZFM em plena Semana Santa

“Em plena Semana Santa, Bolsonaro crucifica a Zona Franca de Manaus (ZFM). Editou na noite de ontem (14) novo Decreto, tornando permanente a redução de 25% do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) em todo o Brasil. Essa medida afeta diretamente a Zona Franca, retirando a competitividade das empresas, além de comprometer a arrecadação pública, os empregos, como também a manutenção da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). É necessário e urgente que neste momento o Governo do Estado, assim como a representação dos trabalhadores, do setor empresarial e, nós, da classe política, entremos na Justiça, no Supremo Tribunal Federal (STF) contra essa decisão. A Constituição Federal garante a manutenção dos incentivos fiscais do Polo Industrial de Manaus (PIM). Precisamos defender os empregos, o trabalho e a economia do Estado. Na Câmara Federal, também estarei cobrando para que o Projeto de Decreto Legislativo (PDL), de minha autoria, possa ser apreciado com urgência para reverter essa decisão que afeta o futuro do Estado do Amazonas”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.