Educação

Com emenda aprovada ao Orçamento, Zé Ricardo irá fortalecer institutos federais do país e do Amazonas

Em reunião da Comissão de Educação da Câmara Federal, no dia de ontem (21), foi aprovada emenda de autoria do deputado federal Zé Ricardo (PT/AM) à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2023. Trata da proposta de meta que prevê apoio à expansão, reestruturação e modernização das instituições da rede federal de educação profissional, científica e tecnológica, com a aquisição de imóveis, veículos, máquinas, equipamentos mobiliários e de laboratórios, além da execução de pequenas obras, incluindo reforma, construção, materiais e serviços.

“Foi uma grande vitória na Comissão de Educação. Beneficiando os institutos federais e o Ifam, no Amazonas, estaremos ajudando também no desenvolvimento em vários municípios do Estado e da capital. Serão milhares de estudantes beneficiados, com mais oportunidades de estudar e se profissionalizar. Vamos lutar agora para que essa meta aprovada possa ser cumprida no Orçamento Federal do próximo ano. Vamos à luta!”, declarou Zé Ricardo.

Ele voltou a criticar que este ano o Governo Federal cortou recursos para as universidades e os institutos federais. Foi bloqueado cerca de R$ 1 bilhão, sendo R$ 350 milhões às escolas técnicas. E, no Amazonas, são R$ 25 milhões de recursos, sendo R$ 15 milhões para Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e quase R$ 10 milhões para o Instituto Federal do Amazonas (Ifam). “São recursos para atendimentos aos estudantes, afetando os serviços, inclusive, de alimentação. Enquanto Lula e Dilma ampliavam esse investimento na educação, Bolsonaro está cortando, bloqueando e eliminando o futuro dos jovens do nosso país”.

Educação sempre foi uma das prioridades do mandato de Zé Ricardo. Nos últimos três anos, apresentou emendas de bancada para as universidades e instituto federal. Em 2019, foram aprovados cerca de R$ 19 milhões para o Instituto Federal do Amazonas, no Orçamento Federal 2020, beneficiando as unidades de Manaus e dos municípios do interior. “A rede federal de educação profissional e tecnológica tem papel fundamental para o combate aos efeitos da pandemia de Covid-19. Por isso, é urgente investir em projetos de apoio aos alunos para a recuperação desse impacto educacional, como também dos cortes dos recursos na educação”, disparou o deputado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.