Diretos Humanos Plano de Governo

Combate à violência e um Centro Especializado na Saúde da Mulher

Ainda hoje vemos mulheres morrerem pela falta de uma simples vacina contra HPV, que previne o câncer de colo de útero. A alta taxa de mortalidade por essa doença, chegando a morrer de 270 a 280 mulheres por ano no Estado, poderia ser 100% evitável, se essa fosse uma das prioridades da Prefeitura de Manaus e do Governo do Estado.

Manaus não tem uma central de exames da Prefeitura, para garantir exames simples às mulheres, que podem prevenir doenças e salvar vidas. Na campanha para prefeito de 2016, defendi a construção de um Centro Especializado na Saúde da Mulher e política de combate à violência. Passados quatro anos, quase nada mudou. Esse pedido se repete nas reuniões virtuais ou presenciais que realizamos, na construção de um Plano de Governo para Manaus.

Defendemos na Bancada do Amazonas e aprovamos R$ 10 milhões para a construção da Casa da Mulher Brasileira. Aprovamos também a Lei Estadual que institui no Amazonas os 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres e defendemos em projeto que todas as delegacias tivessem, ao menos, uma policial mulher, para atender as mulheres vítimas de violência. Projetos, propostas, ideias, todos temos, o que não temos é um prefeito e um governador que leve esse assunto como prioridade. É isso que pretendo fazer.

Por: José Ricardo Wendling, deputado federal e pré-candidato a prefeito de Manaus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.