Saúde

Nossa opinião sobre o crescimento dos casos de Covid-19 no estado e as festas de final de

“Há uma preocupação com essa nova variante, denominada Ômicron. Casos foram registrados em 12 países. Aqui no Brasil, também foi registrado em São Paulo e sabemos que essa variante se alastra muito rápido. E a cobertura vacinal no Amazonas não passa da faixa dos 49% e 50% e em Manaus já ultrapassou os 60%, mas ainda não chegou ao patamar que os cientistas falam que daria mais segurança. Tivemos a redução do índice das hospitalizações e mortes, mas desde outubro e novembro que o indicador de morte de novos casos apontou que subiu de 420 para 2 mil os casos de Covid-19 no Estado. Então, é motivo, sim, para preocupação. Talvez, até mesmo, para suspender as festas deste período. Temos que cuidar da vida e muita gente ainda não foi se vacinar com a segunda dose e, até mesmo, com a primeira dose. O fato é que meio milhão de pessoas no estado ainda não estão vacinadas. Por essa razão, faz-se necessário realmente cuidar da vida e se preocupar com o vírus. As festas vão existir sempre, mas neste momento temos que garantir a vida da população.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *