Economia

Opinião do deputado Zé Ricardo sobre o reajuste da taxa de iluminação pública aprovado pela CMM

“Sou contrário ao Projeto de Lei, de autoria do Executivo Municipal de Manaus, aprovado na última segunda-feira, na Câmara Municipal de Manaus, que muda o cálculo da iluminação pública, resultando no aumento da conta de energia da população. Com essa aprovação, além do reajuste na taxa de iluminação pública, também retirou a isenção de 400 mil pessoas que estavam isentas dessa taxa. Isso vai encarecer mais a despesa das famílias, que já vem aumentando nos últimos meses. Esse preço absurdo é resultado das privatizações que aconteceram no Brasil, durante o governo Bolsonaro. E a empresa, que cobra cada vez mais, quer mais lucros e agora a situação vai se agravar com o aumento da iluminação pública. Isso é injusto, principalmente com a população mais pobre, onde tem muita gente desempregada e muitas famílias estão sem nenhuma renda por conta também da pandemia, da redução das atividades, do desemprego. Estamos vivendo a volta da fome e a dificuldade para pagar conta de energia é uma realidade frequente. O gás de cozinha está super caro, mais de R $100 o botijão, inviabilizando as finanças das famílias. Portanto esse projeto é totalmente inoportuno e desnecessário, não tem porque aumentar agora o valor dessa taxa, que já é elevada. Vou cobrar da Prefeitura que ela faça fiscalização para verificar se a empresa está prestando o serviço de iluminação pública, pois estamos vendo que serviço ainda não está 100% prestado. Tem muitas ruas em Manaus que ficam na escuridão, principalmente nos bairros da periferia, dificultando a segurança pública, e as famílias pagam na conta de energia por esse serviço que não é prestado. Por isso, sou contra a aprovação desse projeto”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.