Coronavírus Mandato

Prefeitura obrigada o uso de máscaras e José Ricardo volta a cobrar distribuição gratuita à população

A Prefeitura de Manaus decretou que, a partir desta semana, será obrigatório o uso de máscara de proteção em estabelecimentos comerciais e transportes coletivos da capital, como forma de prevenção à Covid-19. A medida foi publicada na última sexta-feira (8) no Diário Oficial do Município. Para o deputado federal José Ricardo (PT/ AM), a medida, mesmo que tardia, é pertinente. No entanto, ele defende que o Executivo Municipal estabeleça as condições necessárias para que a população, principalmente a de baixa renda, tenha acesso às máscaras, uma vez que no mercado estão sendo vendidas a R$ 5, o que torna quase impossível para que uma família de cinco membros, por exemplo, faça aquisição do equipamento de segurança. Por isso, continuará cobrando que a Prefeitura e o Governo do Estado façam parceria com entidades de costureiras para produção em massa de máscaras caseiras.

Pensando nas famílias mais pobres do estado, José Ricardo encaminhou no mês passado indicação, tanto ao Governo do Estado quanto à Prefeitura de Manaus, para que façam parcerias com a Associação de Costureiras do Amazonas e com Sindicato das Costureiras para a confecção em grande quantidade desse item de segurança e prevenção, e que é essa produção seja distribuída gratuitamente à população do estado, principalmente aos idosos, diabéticos e cardíacos. Porém, a sugestão, ao que tudo indica, não foi aceita. Ele informou que continuará cobrando, já que o uso de máscara é uma importante medida de prevenção da doença.

“A doença tem um alto grau de transmissibilidade. Está se alastrando de uma maneira assustadora. Infelizmente, uma boa parcela da população do Amazonas ainda não se conscientizou do perigo que é estar pelas ruas. E muitos, sequer, possuem os principais itens de prevenção neste momento, como as máscaras. Os especialistas em saúde já orientam o uso até das máscaras mais caseiras, desde que atendendo a algumas recomendações. Portanto, é importante que a Prefeitura de Manaus, mas também o Estado proporcionem à população os meio para o cumprimento do Decretos e as parcerias na confecção desse equipamento de segurança é o melhor caminho, porque quem não tem condições de adquirir as máscaras será contemplado”, explicou José Ricardo.

O uso de máscaras caseiras pela população é uma orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS) desde o início de abril, como estratégia importante para a prevenção do novo Coronavírus. O Ministério da Saúde também faz essa orientação, assim como a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS). O prefeito de Manaus até chegou a assinar um decreto no dia 15 de abril, onde constava uma recomendação à população quanto ao uso de máscaras ao sair de casa. No entanto, lembra José Ricardo, não surtiu muito efeito, situação que ele espera que seja superada agora, se a Prefeitura proporcionar todas as condições para o cumprimento do Decreto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.