Diretos Humanos

Vida e direitos humanos em primeiro lugar, não à guerra!

Estamos acompanhando com bastante preocupação as operações militares por parte da Rússia em regiões da Ucrânia. Os noticiários já relatam diversas explosões e mortes em algumas cidades ucranianas. Muita dor, sofrimento e tristeza tomam conta da população e suas famílias, muitas sendo obrigadas a deixar suas casas e cidades.

Não podemos concordar que divergências políticas sejam resolvidas com conflitos armados. Acredito que o diálogo e a diplomacia sempre devem prevalecer na resolução de conflitos de interesse na política internacional. Assim como também defende o Partido dos Trabalhadores, do qual faço parte, e que sempre pautou o respeito à autodeterminação dos povos e no diálogo democrático entre países, visando a construção da paz, do progresso e da justiça social para todos. Pelo bem das pessoas, de suas famílias, dos países envolvidos e pela paz no mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.