Coronavírus Mandato Saúde

Zé Ricardo entrega relatório da fiscalização do hospital de Campanha Nilton Lins à Comissão de Direitos Humanos da Câmara e recebe apoio para ações de combate à Covid-19 no AM

Com o objetivo de dar transparência, fortalecer e obter apoio nas ações e na luta por investimentos do Governo federal no combate à Covid-19 no Amazonas, com também garantir transporte de oxigênio para Manaus, o deputado federal José Ricardo (PT/AM) entregou nesta terça-feira (2) ao presidente da Comissão de Direitos Humano (CDHM) da Câmara Federal, deputado Helder Salomão (PT/ES), o relatório de fiscalização do Hospital de Campanha Nilton Lins, realizado no último dia 26. Como representante da CDMH, Zé Ricardo constatou na inspeção que faltava estrutura básica de funcionamento para atender aos pacientes de Covid-19 e, principalmente, faltam UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) e oxigênio. As informações obtidas pelo parlamentar contraria os anúncios que o governador do Amazonas, Wilson Lima, vem fazendo a respeito da estrutura dessa unidade de saúde.

Na ocasião, o presidente da comissão afirmou que recebeu do deputado Zé Ricardo a denúncia sobre a situação da saúde do estado. Por isso, solicitou que ele mesmo fizesse a fiscalização como representante da CDHM. Helder Salomão colocou-se à disposição para apoiar as ações no combate à doença e informou que vai analisar o relatório para tomar as medidas cabíveis quanto à falta de oxigênio e de estrutura hospitalar no estado.

No documento, Zé Ricardo destaca que a inspeção, que contou com a participação da representante da Comissão de Direitos Humanos (CDH) da OAB, foi motivada pelas inúmeras denúncias recebidas de que o hospital não estava funcionando, como o Governador havia anunciado, sobretudo, de que a estrutura do hospital estava apta para começar a funcionar e que apenas faria um chamamento público para atrair empresas interessadas em prestar os serviços. Além disso, o governador ainda afirmou que na unidade de saúde teria a oferta inicial de 81 leitos clínicos e 22 leitos de UTI para pacientes acometidos pelo novo coronavírus.

No entanto, segundo o deputado, não é toda essa estrutura que tem o hospital de campanha. “Está faltando muita coisa ainda. Não está sendo construído um prédio novo, apenas colocando em funcionamento um prédio que já existe e funcionava como hospital. O que nem deveria ter sido desmontado sem que a pandemia tivesse sido minimamente controlada. São vidas humanas que foram ceifadas e outras na iminência de sucumbir, por falta de compromisso, de amor ao próximo e por inoperância, tanto do governo estadual como federal, cujo ministro da Saúde, esteve em Manaus, mas nada fez. Enquanto isso, muita gente está morrendo e outras padecendo por falta de atendimento”, lembra Zé Ricardo anunciando que em breve fará nova fiscalização no hospital Nilton Lins.

Outro assunto importante abordado no relatório foi a crise de oxigênio instalada em todo estado. Pontuando todos os momentos dessa tragédia anunciada, o parlamentar relata à comissão os momentos de sofrimento e angústia que a população amazonense passou, com mortes diárias de centenas de pessoas. Como também a negligência dos governos Federal, Estadual e Municipal, que contribuiu para o agravamento da crise. “O caos no Amazonas, principalmente em Manaus, é grave e precisa de um olhar humanitário para salvar vidas, atenuar sofrimentos e trazer esperança para o povo. Mas, precisa também de um olhar político e jurídico, no sentido de identificar os responsáveis por essa situação devastadora na vida da população amazonense, e acioná-los civil e criminalmente”, disse.

Click para baixar Relatório de Visita ao Hospital Nilton Lins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *